CHAVOSOS

CHAVOSOS

CHAVOSOS

O fotógrafo Caodenado registra, junto ao cabeleireiro Wesley Fernandes, a cena dos cortes de cabelo “chavosos” na periferia de Sorocaba, interior de São Paulo.

1  |  2  |  3  |  4  |  5  |  6  |  7  |  8  |  9  |  10  |  11

“O objetivo do projeto é registrar através da fotografia o trabalho dos principais barbeiros, dentro das periferias do interior de São Paulo, e criar uma legitimação dessa arte vinda da periferia”.

Em outubro, o trabalho foi exposto no festival Valongo. O projeto foi selecionados entre 300 inscritos, e através de um financiamento coletivo, seus seguidores o ajudaram a vivenciar o festival na cidade de Santos.
 

“O projeto começou a se tornar maior que eu mesmo. Eu comecei com um objetivo e no decorrer ele começou a criar mais possibilidades que eu imaginei.” - caodenado

“ ‘Chavosos’ era um termo pejorativo antes, apontava a perseguição da polícia contra a população periférica. Hoje é uma parada mais legal, que indica estilo… quem se sente chavoso, sabe que é chavoso.”

 

O projeto finalizou o ano de 2018 com uma oficina, onde Wesley ensinava algumas técnicas de seu processo criativo, no Sesc de Sorocaba. E apesar de ainda terem planos para 2019, a certeza é a de que Caodenado, junto com Wesley, já desempenham um papel crucial para o reconhecimento das artes vindas da periferia.

Fotos Caodenado
Reportagem Débora Machado

1  |  2  |  3  |  4  |  5  |  6  |  7  |  8  |  9  |  10  |  11